Com a sustentabilidade na moda, muitas pessoas estão buscando repensar suas atitudes e seu consumo

O interesse das pessoas ter um dia a dia mais sustentável e ajudar o planeta é crescente, mas a falta de tempo e as tarefas diárias acabam se sobrepondo ao desejo de ser mais ecológico.

Por isso o Descoleco resolveu fazer um guia prático com dicas básicas para quem quer começar a inserir a sustentabilidade no dia a dia. Vamos lá?

Separe seu lixo

Apesar de parecer óbvio, a maioria das pessoas ainda não separa o próprio lixo. O orgânico, do passível de reciclagem, o lixo seco (papel, plástico, vidro, latinhas, alumínio, Para se ter uma idéia em São Paulo somente 1% das 15 TONELADAS de lixo produzidos por dia é reciclada. (No Brasil são 228 mil toneladas por dia.)

Infelizmente a prefeitura de SP não tem uma política eficiente de reciclagem, por tanto cabe aos cidadãos e aos catadores (sim eles são os grandes responsáveis pela reciclagem) realizar esse trabalho por conta própria.

A primeira coisa a se fazer então é separar o lixo em 2 cestos diferentes : um comum e outro reciclável. Pois os caminhões (de coleta comum) misturam todas as sacolas de lixo durante a coletagem e somente depois (e nem sempre), nos centros de reciclagem, é que o lixo é finalmente separado. Muito lixo reciclável acaba indo para os aterros sanitários. Inacreditável.

Agora, se onde você mora existe a coleta seletiva, eles só atendem a 20% da população, você deve se informar o dia em que o caminhão da coleta passapara poder deixar o lixo no dia certo, 2 horas antes do horário de passagem do caminhão. Dá para perguntar para o porteiro do seu condomínio ou para os vizinhos ou caso não consiga é só ligar na prefeitura no telefone 156 ou no Alô Limpeza no 3397-1723/24.

Outra coisa, ainda referente ao lixo, que se pode fazer é descartar de maneira correta os resíduos. Por exemplo: pilhas, eletrodomésticos, lâmpadas, óleos, remédios e outros tantos NÃO devem ser descartados nos lixos comuns. Isso porque eles são tóxicos e poluentes para o meio ambiente! FIQUE ATENTO! O site eCycle tem um mecanismo que te ajuda a achar o local mais próximo da sua casa para descartar esses resíduos. (Nesse link AQUI o site ainda te da várias dicas e idéias de como e porque reciclar.)

PS1: NUNCA jogue óleo de cozinha no ralo! Um litro de óleo de cozinha pode contaminar 20.000 litros de água! Fora que os óleos podem virar sabão e combustível. Guarde-os em garrafas PET e leve a um centro de coleta, como os supermercados Pão de Açúcar e Wallmart.

PS2: Londrina e Curitiba tem 100% de coleta seletiva! São Paulo tem que se inspirar nelas! É possível!

Seja um consumidor mais seletivo

Temos que consumir menos e principalmente MELHOR. Um exemplo muito falado atualmente é o porque de tanto plástico. Você sabia que 1/3 de todo o plástico do mundo vai parar nos oceanos? E que 1/5 desse plástico é formado somente pelas famosas sacolinhas plásticas? Realmente esse hábito de usar tanto plástico, e tantas embalagens, tem que acabar. E não ache que basta simplesmente não jogar plásticos (e outro material qualquer) nos oceanos, porque muito do lixo que não é corretamente descartado acaba parando lá, o lixo que já foi seu um dia! Esse lixo contamina a água, contamina os peixes e os animais que vivem no mar e depois acaba por nos contaminar! É uma cadeia sem fim do mal!

turtle

Outro exemplo de como ser um consumidor mais consciente é saber o que você compra : de onde vem, se a empresa é confiável, boa para o meio ambiente e se os ingredientes não são poluentes (ou são o menos poluente possível).

Quando for comprar qualquer coisa que seja, pense realmente o quanto você precisa disso e o que vai fazer com o produto e a embalagem depois da compra. Lembre-se que você esta gastando água e recursos do planeta com cada compra que faz.

Prefira orgânicos

Os alimentos orgânicos não são somente bons para sua saúde mas também são excelentes para o meio ambiente. Os alimentos (e produtos) orgânicos são a saída para podermos preservar o futuro da Terra. Isso porque eles não usam agrotóxicos nem hormônios, não poluem a terra, não contaminam a água e ainda tem a obrigação de oferecer um trabalho justo aos trabalhadores e uma vida (um pouco) natural aos animais. Isso sim que é agricultura! Também comece a mudar seus produtos cosméticos para os orgânicos! Os ingredientes da grande maioria dos cosméticos comuns são super poluentes e tóxicos para o meio ambiente.SELO-organico-blog

Também prefira produtos locais, ou seja, que não despejaram menos CO2 na atmosfera para chegar à sua mão. Escolha produtores da sua cidade e compre direto dos fornecedores, quando possível, preferindo empresas familiares e sustentáveis.

Repense seu consumo de carne

A industria da carne hoje é uma das maiores consumidoras de água e recursos do mundo. Para cada simples bifinho no prato, cerca de 7.700 litros de água foram usados no processo. Em apenas UM dia sem carne (bife, frango, peixe, presunto, peru,etc) podemos economizar 10.000 litros em apenas um mês!!! Para cada kg de camarão, 26 kg de outros peixes foram mortos e descartados pela pesca de arrasto. Por tanto, não consumir carne economiza muito mais água, energia e recursos do que tomar um banho mais rápido, por exemplo. Tente pelo menos por um dia na semana! Coma mais vegetais, seja mais saudável (isso ajuda o planeta!) e também ajude os animais!

PS1: lógico que cerais, verduras, legumes e até uma camiseta também gastam, e muita, água, no seu processo. Porém a carne de boi é a campeã. Por isso mesmo quando for consumir vegetais e frutas prefira os orgânicos.

PS2: se todos humanos no planeta comessem carne, precisaríamos de 2 planetas terras para dar conta da demanda. E ainda : 80% do desmatamento do planeta é responsabilidade da pecuária e 90% da soja produzida no Brasil vai para alimentar animais.

Vamos mudar nossos hábitos?